Governo do Estado inaugura núcleo de lazer, cultura e esporte do Jardim Itaim Biacica




Da esquerda para a direita: Benedito Braga, Secretário de Saneamento e Recursos Hídricos, Ricardo Borsari, Superintendente do DAEE, Marta Pereira, Diretora do Parque Várzeas do Tietê, Edson Marques, Prefeito Regional de São Miguel Paulista, e Ruy Ohtake, autor do projeto do Parque.


O Governo do Estado de São Paulo inaugurou na manhã de hoje - 5 de abril - o Núcleo de Lazer, Cultura e Esporte do Jardim Itaim Biacica, do Parque Várzeas do Tietê. O evento contou com a participação do Secretário Estadual de Saneamento e Recursos Hídricos, Benedito Braga; do Superintendente do DAEE, Ricardo Borsari, do Prefeito Regional de São Miguel Paulista, Edson Marques; além de dezenas de moradores do bairro.

"O programa Parque Várzeas do Tietê é muito importante porque consegue unir a prevenção contra as enchentes, ao manter as áreas que recebem o excesso de água do rio durante o período chuvoso, e, ao mesmo preserva o meio ambiente e oferece para as pessoas novas opções de lazer, esporte e cultura. O Parque Itaim Biacica é mais uma obra do Governo do Estado de São Paulo que traz mais qualidade de vida para a população", destacou o Secretário Benedito Braga.

Localizado na Estrada da Biacica, 756, bairro Itaim Paulista, o núcleo conta com 16 conjuntos de churrasqueiras, quatro quadras poliesportivas, academia ao ar livre e salas para atividades da terceira idade, playground, vestiários, trilhas, estacionamento, lanchonete, salão de festas para uso dos moradores vizinhos, além de instalações administrativas e de manutenção. O projeto inclui ainda um centro de educação ambiental, um campo de futebol-society e um espaço para instalação de um posto do CECCO – Centro de Convivência e Cooperativa, da Secretaria Municipal de Saúde.

As obras foram realizadas pelo DAEE (Departamento de Águas e Energia Elétrica) e fazem parte do programa Parque Várzeas do Tietê. O Governo do Estado investiu R$ 8,7 milhões na obra. O local foi escolhido por estar inserido em área tombada (Fazenda Biacica) e próximo à Estação Itaim Paulista da Linha 12 - Safira da CPTM e ao Viaduto Carlito Maia, no município de São Paulo, permitindo boa acessibilidade.



PATRIMÔNIO HISTÓRICO

O centro de educação ambiental será instalado na antiga sede da fazenda Biacica, um casarão com arquitetura luso-brasileira, onde, segundo registros históricos, a Ordem de Nossa Senhora do Carmo teria mantido uma capela construída no século XVII. Na porta principal, de três metros de altura em madeira de lei, é possível ver a data de 1682 gravada no alto.

No século passado, quando pertencia à família Fontoura, o imóvel ganhou novos cômodos ao redor e uma varanda na frente, onde ficam dois painéis com desenhos em azulejos portugueses. Neles, estão representadas a chegada dos portugueses em São Paulo em 1532 e a catequização dos índios pelos jesuítas em 1554. A obra é datada do ano de 1952. O conjunto foi tombado pelo Patrimônio Histórico em 1994, medida que havia sido sugerida pelo escritor Mário de Andrade em 1937, quando a visitou como técnico do IPHAN.

O DAEE já tem o projeto executivo para restauração do imóvel que está em análise pelo Conselho Municipal do Patrimônio Histórico.

Adicione esta página aos seus favoritos