Governo de SP entrega ETE de Serrana





O secretário de Infraestrutura e Meio Ambiente, Marcos Penido, inaugurou nesta terça-feira, 16 de julho, a Estação de Tratamento de Esgotos (ETE) de Serrana. As obras foram executadas pelo DAEE (Departamento de Águas e Energia Elétrica) por meio do programa Água Limpa e representam um investimento total de R$ 26,8 milhões. O novo empreendimento possui capacidade para tratar todo o esgoto gerado pelo município.

Com a retirada de aproximadamente 87 toneladas/mês de esgoto doméstico que era lançado in natura no rio Pardo, a ETE vai beneficiar toda a população da região e a bacia hidrográfica do Rio Grande.

“Investir em tratamento de esgoto, é investir em qualidade de vida e gerar economia com a prevenção de problemas de saúde da população”, explica o Secretário Penido.

A obra inclui também duas estações elevatórias, quatro emissários de esgoto bruto com 8 mil metros de extensão, 3,2 mil metros de linha de recalque e 300 metros de emissário de efluente tratado.

”O programa Água Limpa já investiu R$ 430 milhões na construção de 119 ETEs em 115 municípios, beneficiando mais de 1,9 milhão de habitantes. Atualmente, o Governo do Estado está investindo mais R$ 45 milhões na construção de ETEs em 3 municípios, que vão tratar os esgotos de mais de 135 mil habitantes”, disse o Superintendente do DAEE, Alceu Segamarchi Júnior.


A ETE DE SERRANA

Localizada na estrada rural sem nome, à direita da rodovia Abraão Assed, entre os quilômetros 35 e 36, a ETE de Serrana opera com um conjunto de reatores anaeróbios, filtros biológicos e decantadores secundários. Este processo de tratamento, além de apresentar baixo custo de implantação e operação, ocupa pequena área para ser implantado e apresenta uma grande simplicidade operacional, baixa produção de lodos e eficiência compatível com a legislação ambiental.

A obra inclui também duas estações elevatórias, quatro emissários de esgoto bruto, com 8 mil metros de extensão; 3,2 mil metros de linha de recalque e 300 metros de emissário de efluente tratado.


115 MUNICÍPIOS BENEFICIADOS


O Programa Água Limpa foi criado em 2005, por meio de uma ação conjunta da Secretaria de Saneamento e Recursos Hídricos, DAEE e Secretaria da Saúde, com objetivo de implantar sistemas de tratamento de esgotos em municípios com até 50 mil habitantes não atendidos pela SABESP.