DAEE recebe 13 propostas em licitações para retomada de obras de represas na região de Campinas

Represa de Pedreira

Nesta terça-feira (21 de maio), 13 consórcios entregaram propostas para a retomada das obras de duas represas da região metropolitana de Campinas, que levarão segurança hídrica para 5,5 milhões de pessoas em 27 municípios paulistas.

As concorrências foram lançadas pelo DAEE, órgão regulador de recursos hídricos do Estado, vinculado à Semil (Secretaria do Meio Ambiente, Infraestrutura e Logística), do Governo de São Paulo. Elas preveem a conclusão da barragem Pedreira, na divisa de Pedreira e Campinas, às margens do rio Jaguari, e da barragem Duas Pontes, na cidade de Amparo,
junto ao rio Camanducaia. 

Seis empresas apresentaram propostas para a barragem Pedreira, cujo investimento previsto para finalização das obras é de até R$ 584 milhões. Os descontos ficaram entre 0,35% e 18,72%, com uma proposta acima do estimado. No caso da barragem Duas Pontes, foram sete propostas com descontos entre 1% e 15,69% em relação ao valor estimado, de R$ 392 milhões.

A definição dos consórcios que assumirão as obras depende da análise de habilitação das empresas concorrentes. O processo visa garantir que as empresas tenham condições jurídicas, fiscais, trabalhistas, econômicas e técnicas de finalizar a obra no prazo e
com o preço apresentado.

A previsão é que a assinatura dos contratos aconteça no mês de julho. A construção levará 22 meses, fruto de um investimento que conta com financiamento internacional da CAF (Corporação Andina de Fomento), o banco de desenvolvimento da América Latina.

Represa de Duas Pontes

 

Sobre as barragens

 As novas barragens funcionam como caixas d’água, estocando o volume do período chuvoso para uso em meses com baixa precipitação. Juntas, elas possuem área equivalente a 980 campos do estádio Maracanã e capacidade equivalente a 34,2 mil piscinas olímpicas.

De acordo com a Superintendente do DAEE, Mara Ramos, as estruturas vão permitir a criação de uma reserva hídrica estratégica para reforçar o sistema de abastecimento, principalmente nas épocas de estiagem. “Elas visam assegurar, acima de tudo, um futuro mais resiliente e sustentável tanto para os moradores das cidades beneficiadas quanto para a indústria, o comércio e a agricultura.”

O reservatório Pedreira, com área de 2,1 km², terá capacidade de armazenamento de 31,9 bilhões de litros de água, o equivalente a 12,8 mil piscinas olímpicas. O empreendimento aumentará a vazão do rio Jaguari em 77% – de 4,8 mil L/s para 8,5 mil L/s.

Já a barragem Duas Pontes, com área de 4,9 km², poderá armazenar até 53,4 bilhões de litros de água, equivalente a 21,4 mil piscinas olímpicas, e permitirá ao rio Camanducaia uma vazão 155% maior – de 3,4 mil L/s para 8,7 mil L/s. 

Além das represas, está prevista a construção de um novo sistema de bombeamento e tubulações integrado às barragens, capaz de aumentar a oferta de água e proporcionar segurança hídrica a municípios mais distantes. O SAR-PCJ (Sistema Adutor Regional das bacias Piracicaba/Capivari/Jundiaí) está em fase de projeto, que deve ser concluído até o fim deste ano. 

Com as novas represas e o sistema adutor, serão beneficiados 27 municípios paulistas, sendo 17 da região metropolitana de Campinas (Americana, Artur Nogueira, Campinas, Cosmópolis, Holambra, Hortolândia, Indaiatuba, Itatiba, Jaguariúna, Monte Mor, Nova Odessa, Paulínia, Pedreira, Santa Bárbara d’Oeste, Sumaré, Valinhos e Vinhedo) e 6 da região metropolitana de Jundiaí (Campo Limpo Paulista, Itupeva, Jarinu, Jundiaí, Louveira e Várzea Paulista), além de Atibaia, Bom Jesus dos Perdões, Limeira e Salto.

Os contratos originais de construção dos empreendimentos foram rescindidos em 2023, após fiscalizações do DAEE atestarem atrasos significativos e não justificados pelos consórcios que executavam os serviços. Em novembro do ano passado, novas licitações foram lançadas e, em janeiro deste ano, o TCE (Tribunal de Contas do Estado) suspendeu os editais para esclarecimentos. O processo foi liberado e reaberto em abril, chegando ao estágio atual de abertura dos envelopes.

Barragem Pedreira: propostas apresentadas

  • Consórcio Barragem Pedreira (Construtora Marquise S.A, PB Construções S.A e R. Furlani Engenharia Ltda.) – R$ 474.948.301,47
  • Consórcio Construtor Pedreira (Álya Construtora S.A e Engemat – Engenharia de Materiais Ltda.) – R$ 499.950.000,21
  • Consórcio DCA – Barragem Pedreira (DP Barros Pavimentação e Construção Ltda., Codrasa Construções S.A e Ankara Engenharia Ltda.) – R$ 543.432.816,51
  • Consórcio MLC – Passareli (MLC Infra Construção S.A e Passarelli Engenharia e Construção Ltda.) – R$ 582.317.009,55
  • Consórcio TT Pedreira (TCE Engenharia Ltda., Construtora Triunfo S.A) – R$ 547.030.891,37
  • Tecpav Engenharia Ltda. – R$ 643.024.716,49

Barragem Duas Pontes: propostas apresentadas

  • Consórcio Barragem Duas Pontes (Tecpav Engenharia Ltda., Heca Construtora Ltda. e Construtora Etama Ltda.) – R$ 367.785.238,22
  • Consórcio Barragem Duas Pontes (Construtora Marquise S.A., PB Construções S.A e R. Furlani Engenharia Ltda.) – R$ 330.841.248,66
  • Consórcio Barragem Duas Pontes (Carioca Christiani-Nielsen Engenharia S.A, GCR Construções S.A e Construtora Colares Linhares S.A – R$ 383.556.522,00
  • Consórcio Construtor Duas Pontes (Álya Construtora S.A e Engemat – Engenharia de Materiais Ltda.) – R$ 379.950.000,21
  • Consórcio DCA – Barragem Duas Pontes (DP Barros Pavimentação e Construção Ltda., Codrasa Construções S.A e Ankara Engenharia Ltda.) – R$ 388.476.328,78
  • Consórcio Duas Pontes (Conata Engenharia Ltda., Novatec Construções e Empreendimentos Ltda. e Infracom Engenharia e Comércio Ltda.) – R$ 384.033.200,55
  • Consórcio NEE – Barragem Duas Pontes (Nova Engevix Engenharia e Projetos S.A e ETC Empreendimentos e Tecnologia em Construções Ltda.) – R$ 380.328.327,78

DAEE – Assessoria de Comunicação
Telefone: (11) 3293-8475 / 8414 / 8262 / 8492 / 8507 / 8508
imprensadaee@sp.gov.br

Facebook
Twitter
LinkedIn

+ Notícias 

Novidades nos programas IntegraTietê e Rios Vivos destinam R$ 330 milhões para a retirada de sedimentos do Pinheiros e de outros 250 rios no interior e litoral
Missão aconteceu na última semana (entre os dias 07 e 09 de maio), na capital paulista

Precisa de mais informações? entre em Contato

DEPARTAMENTO DE ÁGUAS E ENERGIA ELÉTRICA

Atendimento ao usuário
(11) 3293-8200

Sede
Rua Boa Vista, 170 
Sé – São Paulo/SP 
CEP 01014-000

Protocolo
Rua Boa Vista, 175 – Sobreloja
Sé – São Paulo/SP 
CEP 01014-000
protocolo@daee.sp.gov.br

REDES SOCIAIS

UNIDADES – Diretorias de Bacia

AÇÕES E PROGRAMAS

Canal de Denúncia

☏ 11 3293-8463
Funcionamento: 2ª a 6ª feira
das 9h às 17h, exceto feriados
✉ canaldedenuncia@daee.sp.gov.br 

Ouvidoria

☏ 11 3293-8463
Funcionamento: 2ª a 6ª feira
das 9h às 17h, exceto feriados
✉ ouvidoriadaee@sp.gov.br

SIC

Funcionamento: 2ª a 6ª feira
das 9h às 17h, exceto feriados
www.sic.sp.gov.br