Entrega de 34 novos poços aumenta oferta de água de qualidade para 123 mil pessoas em 27 cidades de SP

Medida contribui para a superação de desafios climáticos e o desenvolvimento econômico sustentável; investimento em resiliência hídrica é de R$ 115 milhões

O Governo de São Paulo entregou nesta segunda-feira, 29 de abril, 34 novos poços de abastecimento, que vão aumentar a oferta de água de qualidade no interior paulista. O investimento de R$ 22,5 milhões beneficia diretamente cerca de 123 mil pessoas nas regiões administrativas de Araçatuba, Araraquara, Bauru, Campinas, Franca, Marília, Presidente Prudente, Ribeirão Preto, São José do Rio Preto, São José dos Campos e Sorocaba.

A cerimônia aconteceu na feira internacional Agrishow, tradicional evento de tecnologia agrícola. As regiões de Ribeirão Preto, onde acontece a feira, e Franca serão beneficiadas com sete poços profundos, que terão capacidade de captar até 323 mil litros de água por hora.

O evento teve a presença do Governador do Estado de São Paulo, Tarcísio de Freitas, e da Superintendente do DAEE (órgão regulador de recursos hídricos do Estado), Mara Ramos, representando a Secretaria de Meio Ambiente, Infraestrutura e Logística (Semil).

Os poços em operação reforçam a infraestrutura para o agronegócio e o abastecimento de água para a população, o comércio e a indústria de 27 municípios paulistas, incentivando a expansão de negócios e a geração de empregos. A ação também garante mais resiliência às cidades diante das mudanças climáticas, que têm afetado a ocorrência de chuvas e a disponibilidade hídrica.

As intervenções foram executadas pelo DAEE, órgão regulador de recursos hídricos do Estado, vinculado à Secretaria de Meio Ambiente, Infraestrutura e Logística (Semil), e representam a terceira entrega de poços desde o fim de 2023, totalizando 118 empreendimentos viabilizados pelo Estado. Os benefícios alcançam, no total, 1,5 milhão de pessoas, por meio de um investimento de quase R$ 115 milhões em resiliência hídrica, com aumento da oferta no período com menos chuvas e, em algumas cidades, o fim da necessidade de racionamento de água.

“Com políticas públicas concretas como essa e focadas em preparar as cidades para os desafios climáticos de acordo com as suas características é que conseguiremos enfrentar os desafios das mudanças que estão ocorrendo”, avalia a titular da Semil, Natália Resende. “Os novos poços são estruturas importantes para aumentar a capacidade do sistema de abastecimento público. Contar com uma fonte de água subterrânea, gerenciada de forma responsável, auxilia no enfrentamento às condições climáticas cada vez mais adversas”, destaca Mara Ramos, Superintendente do DAEE.

Os poços profundos fazem a captação nos aquíferos (reservas de água doce localizadas no subsolo). O DAEE faz os estudos, projetos, a perfuração do poço e a instalação de bombas e reservatórios. O órgão também estabelece o volume que pode ser retirado de cada poço sem que isso afete a capacidade de regeneração dos depósitos. Após a entrega, as prefeituras e as concessionárias de saneamento desses municípios colocam a estrutura em operação e passam a fazer a distribuição da água e a manutenção dos sistemas. As análises prévias para instalação dos equipamentos visam possibilitar o bombeamento de água eficaz em aquíferos como Guarani, Bauru, Serra Geral, Cristalino e Tubarão.

De acordo com o Relatório de Recursos Hídricos de 2022 da ONU (Organização das Nações Unidas), 99% da água doce no mundo está no subsolo. A previsão da entidade é que o uso de água subterrânea cresça 1% ao ano até 2030. É fundamental, portanto, fazer o uso responsável desse recurso para que ele continue disponível para as próximas gerações.

Poços entregues por região

Confira a lista de 27 municípios beneficiados com os 34 novos poços:

Região de Araçatuba

Clementina terá um novo poço com capacidade de captar 2 mil litros por hora, beneficiando 300 pessoas;

Guaraçaí terá um novo poço com capacidade de captar 22 mil litros por hora, beneficiando 3 mil pessoas.

Região de Araraquara

Borborema terá um novo poço com capacidade de captar 12 mil litros por hora, beneficiando 1,6 mil pessoas;

Ibitinga terá um novo poço com capacidade de captar 200 mil litros por hora, beneficiando 26,7 mil pessoas;

Rincão terá um novo poço com capacidade de captar 107,6 mil litros por hora, beneficiando 13,9 mil pessoas.

Região de Bauru

Sabino terá um novo poço com capacidade de captar 15 mil litros por hora, beneficiando 2 mil pessoas.

Região de Campinas

Águas de Lindóia terá dois novos poços com capacidade de captar 27,2 mil litros por hora, beneficiando 3,6 mil pessoas;

Bom Jesus dos Perdões terá um novo poço com capacidade de captar 4,76 mil litros por hora, beneficiando 650 pessoas;

Rio das Pedras terá dois novos poços com capacidade de captar 6,2 mil litros por hora, beneficiando 830 pessoas;

Santo Antônio da Posse terá dois novos poços com capacidade de captar 17,48 mil litros por hora, beneficiando 4,2 mil pessoas;

Vargem Grande do Sul terá um novo poço com capacidade de captar 1,5 mil litros por hora, beneficiando 200 pessoas.

 

Região de Franca

Cristais Paulista terá um novo poço com capacidade de captar 2 mil litros por hora, beneficiando 700 pessoas.

 

Região de Marília

Ocauçu terá um novo poço com capacidade de captar 17 mil litros por hora, beneficiando 2,3 mil pessoas.

 

Região de Presidente Prudente

Cunha terá um novo poço com capacidade de captar 13 mil litros por hora, beneficiando 1,7 mil pessoas;

Martinópolis terá um novo poço com capacidade de captar 30 mil litros por hora, beneficiando 4 mil pessoas.

 

Região de São José do Rio Preto

Balsamo terá um novo poço com capacidade de captar 25 mil litros por hora, beneficiando 3,3 mil pessoas;

Elisiário terá um novo poço com capacidade de captar 6 mil litros por hora, beneficiando 800 pessoas;

Neves Paulista terá um novo poço com capacidade de captar 18 mil litros por hora, beneficiando 2,4 mil pessoas;

Pindorama terá um novo poço com capacidade de captar 8 mil litros por hora, beneficiando 1,1 mil pessoas.

Região de São José dos Campos

Areias terá um novo poço com capacidade de captar 1,1 mil litros por hora, beneficiando 150 pessoas;

Natividade da Serra terá um novo poço com capacidade de captar 4,5 mil litros por hora, beneficiando 600 pessoas;

Piquete terá um novo poço com capacidade de captar 12 mil litros por hora, beneficiando 1,6 mil pessoas;

São José do Barreiro terá um novo poço com capacidade de captar 1,3 mil litros por hora, beneficiando 180 pessoas.

Região de Sorocaba

Porto Feliz terá dois novos poços para captar até 25 mil litros por hora, beneficiando 3,3 mil pessoas.

Região de Ribeirão Preto

Jaboticabal terá dois novos poços com capacidade de captar 33 mil litros por hora, beneficiando 7,3 mil pessoas;

Pontal terá dois novos poços com capacidade de captar 120 mil litros por hora, beneficiando 15,2 mil pessoas;

São Simão terá dois novos poços com capacidade de captar 174 mil litros por hora, beneficiando 23,2 mil pessoas.

Facebook
Twitter
LinkedIn

+ Notícias 

Novidades nos programas IntegraTietê e Rios Vivos destinam R$ 330 milhões para a retirada de sedimentos do Pinheiros e de outros 250 rios no interior e litoral
Missão aconteceu na última semana (entre os dias 07 e 09 de maio), na capital paulista

Precisa de mais informações? entre em Contato

DEPARTAMENTO DE ÁGUAS E ENERGIA ELÉTRICA

Atendimento ao usuário
(11) 3293-8200

Sede
Rua Boa Vista, 170 
Sé – São Paulo/SP 
CEP 01014-000

Protocolo
Rua Boa Vista, 175 – Sobreloja
Sé – São Paulo/SP 
CEP 01014-000
protocolo@daee.sp.gov.br

REDES SOCIAIS

UNIDADES – Diretorias de Bacia

AÇÕES E PROGRAMAS

Canal de Denúncia

☏ 11 3293-8463
Funcionamento: 2ª a 6ª feira
das 9h às 17h, exceto feriados
✉ canaldedenuncia@daee.sp.gov.br 

Ouvidoria

☏ 11 3293-8463
Funcionamento: 2ª a 6ª feira
das 9h às 17h, exceto feriados
✉ ouvidoriadaee@sp.gov.br

SIC

Funcionamento: 2ª a 6ª feira
das 9h às 17h, exceto feriados
www.sic.sp.gov.br