Departamento de Águas
e Energia Elétrica
DAEE
NOTÍCIAS

Governo de SP anuncia retomada das obras da barragem do Valo Grande, em Iguape

Megaempreendimento no Vale do Ribeira, uma das ações do programa Vale do Futuro, permitirá o controle do escoamento do rio Ribeira de Iguape e resgatará as condições ambientais do complexo lagunar do Mar Pequeno. Investimento nesta primeira etapa será de R$ 6,3 milhões

O Governador João Doria anunciou neste sábado (17) a primeira fase para a retomada das obras da barragem do Valo Grande, em Iguape, no Vale do Ribeira. Demanda histórica da região, o equipamento, quando pronto, contará com 18 comportas e permitirá ao Departamento de Águas e Energia Elétrica (DAEE) fazer o controle de cheias do rio Ribeira de Iguape e resgatará as condições ambientais do complexo lagunar do Mar Pequeno (canal entre o continente e a Ilha Comprida), importante área de reprodução de espécies nobres de peixes e crustáceos.

Nesta etapa inicial, o investimento de R$ 6.350.000,00 servirá para o licenciamento dos trabalhos, que incluem autorização ambiental para instalação do Centro de Controle Operacional, revisão de projeto, monitoramento e modelagem matemática. A instalação do equipamento compõe o conjunto de ações do programa Vale do Futuro, lançado em 2019 para promover o desenvolvimento sustentável da região com geração de emprego e renda (leia mais abaixo).

As obras cumprirão o papel de combater a erosão das margens do canal e o assoreamento do Mar Pequeno. Pescadores artesanais serão diretamente beneficiados, bem como motoristas que trafegam na rodovia SP-222 e sofrem com as constantes interrupções no trânsito quando ocorrem chuvas fortes. Além disso, produtores rurais agrícolas, especialmente os que cultivam hortaliças e bananas, serão impactados positivamente. Em todo o projeto deverão ser aplicados R$ 74,4 milhões.

Com os ganhos ambientais, o turismo dos municípios de Iguape, Cananéia e Ilha Comprida será alavancado. As cidades possuem, atualmente, 29,4 mil, 12,3 mil e 10,2 mil habitantes, respectivamente, e recebem, juntas, mais de 300 mil turistas todos os anos.

A atual Barragem do Valo Grande foi concluída em 1992 sem a instalação do sistema eletromecânico de comportas. O empreendimento, à época, substituiu uma antiga barreira construída de rachões (pedras de grandes dimensões), em 1978.

Além do licenciamento ambiental, o cronograma dos trabalhos inclui também instalação e equipamentos mecânicos, instalação e montagem de equipamentos elétricos, equipe de supervisão e acompanhamento de obras.

HISTÓRICO – O início da construção do Canal do Valo Grande remonta ao século XIX, em 1827. O objetivo era melhorar a navegação do continente até o Porto Ribeira e, assim, facilitar o escoamento de produtos agrícolas. A abertura do canal, no entanto, alterou a dinâmica natural do complexo estuarino-lagunar de Cananéia, Iguape e Ilha Comprida, comprometendo as condições naturais de salinidade dessas águas, a presença de algumas espécies de peixes e, consequentemente, a sobrevivência da pesca artesanal.

Atendendo a reivindicações da comunidade local, em 1978, o Departamento de Águas e Energia Elétrica (DAEE) começou a obra de fechamento do Valo Grande. Nos anos seguintes, porém, houve inundações nas áreas baixas do Rio Ribeira do Iguape, com sucessivos processos erosivos, fazendo com que a largura do canal do Valo Grande alcançasse 300 metros.

No início da década de 1980, ocorreram diversos galgamentos (transposição da água por cima) na barragem de pedras existente, levando o DAEE a propor o seu rebaixamento e construir vertedouros e comportas como solução hidráulica definitiva.
Em 1990, tiveram início as obras civis de implantação das estruturas de concreto destinadas a abrigar as comportas e vertedores. Dois anos depois, a estrutura hoje existente no local foi concluída.

VALE DO FUTURO – Lançado em outubro de 2019, o programa Vale do Futuro prevê R$ 1 bilhão em investimentos públicos e atração de mais R$ 1 bilhão em recursos privados, além de 30 mil oportunidades de emprego, renda e empreendedorismo até o fim de 2022.

O fomento econômico irá apoiar vocações da região, como agricultura, piscicultura, gastronomia regional, turismo ecológico e cultural visando melhorar a qualidade de vida da população.

OUÇA A NOTÍCIA

“(A obra) Vai mudar a história da região, que sofreu um dano gigantesco no passado, com comprometimento do meio ambiente e o turismo. Nós vamos permitir a recuperação da área, a reprodução de peixes e crustáceos, a volta da pesca. O resultado será o desenvolvimento social, a renda, empregos e qualidade de vida”, disse o Governador João Doria.

subir ao topo

UNIDADES

São Paulo
Taubaté
Piracicaba
Marília
São José do Rio Preto
Ribeirão Preto
Birigui
Registro

CONTATO

☏  11  3293-8201
Rua Boa Vista, 170 – Sé 
São Paulo/SP – CEP 01014-000
Telefone: (11)3293-8463
Horario de Funcionamento: 8ª a 6ª feira, das 9h às 17h, exceto feriados
Email: ouvidoriadaee@sp.gov.br
Site: www.ouvidoria.sp.gov.br
Telefone: (11)3293-8382
Horário de Funcionamento: 2ª a 6ª feira, das 9h às 17h, exceto feriados

Site: www.sic.sp.gov.br

DAEE 2020  |  AssessoriadeComunicação