Água

A água é um recurso natural finito, necessário a quase todas as atividades do ser humano. São preocupações mundiais: a poluição e a falta de água .

- Distribuição de água no planeta
- Ciclo Hidrológico
- Bacias Hidrográficas
- Uso racional da água
- Você sabia? - Curiosidades


O objetivo geral da gestão dos recursos hídricos é o de assegurar o suprimento adequado de água de boa qualidade à população e ao mesmo tempo a preservação dos ecossistemas, compatibilizar as atividades humanas com a sustentabilidade da natureza e combater as enfermidades decorrentes da má utilização da água.

A água deve ser considerada pela sociedade como um bem de valor econômico com disponibilidade limitada.

A água que utilizamos tem origem em mananciais cada vez mais escassos e distantes, sendo captada, tratada, transportada e distribuída com todos os requisitos de salubridade.

As quantidades de água exigidas pelos diversos consumos poderão tornar o atendimento cada vez mais difícil, devido á escassez dos mananciais, aos períodos de seca e ao excesso de desperdício. A falta de recursos financeiros destinados a obras de suplementação dos volumes é outro importante fator a ser considerado.

De toda água existente na Terra (1.380.000 km³), 97,3% é água salgada e apenas 2,7% água doce.

Da água doce disponível na terra (37.000 km³), 77,20% se encontra em forma de gelo nas calotas polares (28.564 km³), 22,40% se trata de água subterrânea (8.288 Km³), 0,35% se encontra nos lagos e pântanos (128 km³), 0,04 % se encontra na atmosfera (16 Km³) e apenas 0,01% da água doce está nos rios (4 km³).

A disponibilidade renovável de água doce nos continentes pode ser estimada em porcentagens conforme segue:

 

ÁFRICA: 10,00 %
AMÉRICA DO NORTE: 18,00 %
AMÉRICA DO SUL: 23,10 %
ASIA: 31,60 %
EUROPA: 7,00 %
OCEANIA: 5,30 %
ANTÁRTIDA: 5,00 %

 

Em relação a esta disponibilidade da água do mundo, podemos ver o quanto é privilegiada a situação do Brasil; dispomos de 12% de toda água doce do planeta. No Estado de São Paulo encontra-se 1,6% da água doce brasileira.


 

Na figura acima podem ser identificadas as principais fases do ciclo hidrológico para renovação da água existente na natureza :

P - Precipitação
E - Evaporação
S - Escoamento superficial
T - Transpiração
I - Infiltração
B - Escoamento subterrâneo

Primeiramente, é a água do mar e da superfície da terra que se evapora com a energia do Sol e de várias outras formas, como pela transpiração da vegetação, formando as nuvens que, pela ação das correntes de ar, são arrastadas para outras regiões. Das nuvens surgem a chuva e a neve que encharcam o solo e alimentam as nascentes dos córregos e riachos (precipitação e infiltração). Os córregos, riachos e nascentes formam os rios (escoamento superficial), que juntamente com os lençóis freáticos (escoamento subterrâneo), garantem o retorno das águas aos mares e oceanos, mantendo-se o ciclo de forma permanente e contínua.




Podemos definir bacia hidrográfica como sendo a área que, delimitada pelos divisores de água, contribui para o rio. A bacia hidrográfica abrange uma área na superfície da Terra , onde todas as ações que envolvem os diversos usos de água ou de líquidos provocam seu escoamento para os rios e córregos existentes no fundo do vale.



No Brasil existem diversas bacias hidrográficas importantes, tais como: Amazonas, Paraná, Paraguai, São Francisco, Araguaia, Tocantins, Iguaçu, entre outras. Também no Estado de São Paulo existem diversas bacias hidrográficas, sendo as principais : Tietê, Paraíba do Sul, Ribeira do Iguape, Paranapanema, Grande, entre outras.

O DAEE é o órgão com a responsabilidade de realizar a gestão da água nas bacias hidrográficas do Estado de São Paulo.




Os meses de seca que frequentemente assolam várias regiões do Estado de São Paulo e a degradação da água por rejeitos, demonstram os limites dos recursos hídricos.

Com o aumento da população urbana e a escassez de novos mananciais, torna-se cada vez mais problemático o abastecimento de água em diversas cidades, principalmente nos grandes centros urbanos, que se agrava nos períodos de seca . È necessário portanto conscientizar as pessoas sobre a importância de um programa de redução e de controle de perdas, bem como do uso de água sem desperdícios.

É preciso considerar o consumo da água na rotação de culturas e modificar sua distribuição nos casos de escassez previsível. Deve ser observado também as necessidades de cada cultura e as reservas hídricas do solo. Isso supõe conhecer os limites críticos de água para cada espécie, efetuar balanços hídricos e utilizar monitoramento e controle.




Veja o tempo de decomposição das coisas que são jogadas nos rios, nos lagos e no mar...

  • Papel - de 3 a 6 meses
  • Nylon - mais de 30 anos
  • Pano - de 6 meses a um ano
  • Plástico - mais de 100 anos
  • Filtro de cigarro - 5 anos
  • Metal - mais de 100 anos
  • Chiclete - 5 anos
  • Borracha - tempo indeterminado
  • Madeira pintada - 13 anos
  • Vidro - 1 milhão de anos
Você sabia... Que por falta de conhecimento, as pessoas consomem mais água do que seria necessário? Veja a quantidade de água consumida em cada caso

ERRADO: no caso das válvulas, para cada acionamento gasta-se cerca de 12 litros.

VASO SANITÁRIO

CERTO: usar vasos com caixa acoplada, que consome cerca de 6,5 a 7 litros de água em cada acionamento

ERRADO: tomar banho com a torneira aberta durante 15 minutos consome aprox. 243 litros de água.

CHUVEIRO

CERTO: fechar a torneira enquanto se ensaboa.

ERRADO: escovar os dentes durante 5 minutos com a torneira aberta gasta cerca de 12 litros de água.

PIA DO
BANHEIRO

CERTO: fechar a torneira durante a escovação.

ERRADO: deixar a torneira aberta enquanto ensaboa a louça durante 15 minutos, consome 243 litros de água.

PIA DE
COZINHA

CERTO: fechar a torneira durante o ensaboamento.

ERRADO: regar as plantas com o sol forte usando mangueira comum.

JARDIM

CERTO: usar mangueira com esguicho tipo revólver, regando-se as plantas à noite ou logo cedo para que a água não evapore.

ERRADO: lavar o carro com a torneira aberta durante 30 minutos consome 560 litros de água .

CARRO

CERTO: use um balde com água para ensaboar e só abra a torneira para enxaguar.