Notícias


DAEE foi destaque no II Seminário da Sobrade, em Curitiba

Os engenheiros Armando Tobias de Aguiar, coordenador de projetos da Diretoria de Obras do DAEE, e Marli Aparecida R.Maciel Leite, Diretora da Bacia do Paraíba e Litoral Norte, participaram dias 23 e 24 de junho do II Seminário sobre “Medidas Preventivas, Corretivas e de Recuperação Ambiental em Deslizamentos de Encostas e Enchentes. O evento foi promovido pela Sobrade - Sociedade Brasileira de Recuperação de Áreas Degradadas por Enchentes e Escorregamento de Encostas – e realizado no auditório da Fundação de Pesquisas Florestais da Universidade Federal do Paraná.



Armando Tobias Aguiar apresentou palestra sobre o Plano de Macrodrenagem da Bacia do Alto Tietê


Armando Tobias de Aguiar apresentou o trabalho que o DAEE vem realizando no combate às enchentes na Região Metropolitana de São Paulo, com a implantação do Plano de Macrodrenagem da Bacia do Alto Tietê, destacando a parceria estabelecida pelo Governo do Estado com as Prefeituras para a implantação de piscinões e a realização de importantes obras de canalização, limpeza e desassoreamento, recuperação e preservação de margens. Armando destacou também a implantação do Parque Várzeas do Tietê e seus reflexos no sistema de drenagem da RMSP.

Marli Aparecida R.Maciel Leite abordou o trabalho desenvolvido pelo DAEE no socorro ao município de São Luiz do Paraitinga, no Vale do Paraíba, atingido por uma grande enchente no dia 1º. de janeiro que destruiu o Centro Histórico do município. A Diretoria da BPB falou também dos estudos hidráulicos e hidrológicos que o DAEE vem desenvolvendo na cidade para a elaboração de uma Plano de Macrodrenagem local e a implantação de uma rede de postos publiométricos e fluviométricos para monitoramento em tempo real dos índices de chuva e níveis dos rios da bacia.



Marli Ap. R.Maciel Leite falou sobre o trabalho desenvolvido pelo DAEE na recuperação de São Luiz do Paraitinga


A apresentação do DAEE foi elogiada pelo Presidente da Sobrade, Maurício Balensiefer. “Foi muito interessante a apresentação de Armando Tobias de Aguiar e Marli Aparecida R.Maciel Leite que abordaram o trabalho realizado pelo DAEE em São Paulo e São Luiz do Paraitinga. Aqui no Estado do Paraná temos muitas situações similares, em que aconteceram episódios semelhantes, não da dimensão que aconteceu ali, felizmente não naquela dimensão. Creio que esse trabalho realizado pelo DAEE trouxe alguns parâmetros úteis para ser aplicados aqui no Paraná e, certamente, ser extrapolados para o resto do Brasil”.




Marli Ap. R.Maciel Leite e Armando Tobias Aguiar com o Presidente da Sobrade, Maurício Balensiefer

 

 

DAEE repassa R$ 170 mil para Pirassununga

O Governo do Estado está repassando R$ 170 mil para o município de Pirassununga para implantação de 1.800 metros de galerias de águas pluviais no município. O convênio de repasse da verba foi assinado hoje – 21 de junho – pelo Prefeito Ademir Alves Lindo, que foi recebido no DAEE pelo Coordenador de Ação Regional, Luiz Fernando Carneseca. As obras serão executadas pela Prefeitura Municipal e beneficiam a avenida Painguás e rua Dr. Moretz John.

Luiz Fernando Carneseca e o Prefeito Ademir Alves Lindo assinam convênio de repasse de R$ 170 mil para implantação de galerias de águas pluviais em Pirassununga.


O convênio do DAEE com a Prefeitura de Pirassununga faz parte de um grande conjunto de convênios assinados este mês pelo Governo do Estado com municípios do interior. O conjunto inclui sete convênios assinados pela Secretaria de Saneamento e Energia para obras de obras e serviços de saneamento básico, no valor de R$ 1,57 milhão; e 36 convênios do programa de Atendimento a Municípios, do DAEE, no valor de R$ 11,05 milhões

 

Superintendente cumpre agenda em Taubaté



O Superintendente do DAEE, Amauri Pastorello, esteve dia 18 de junho na sede da Diretoria da Bacia do Paraíba e Litoral Norte, em Taubaté, onde presidiu reunião com os agricultores que trabalham no polder “Pinda 4”.

O sistema de polderes do Vale do Paraíba foi implantado pelo DAEE na década de 70 para viabilizar a exploração agrícola de 58 mil hectares de várzeas nos municípios de Jacareí, S.José dos Campos, Caçapava, Tremembé, Pindamonhangaba, Roseira, Aparecida, Guaratinguetá, Lorena e Cachoeira Paulista. Alguns polderes já foram desativados e o Governo do Estado está trabalhando para transferir as responsabilidades pela operação e manutenção para as prefeituras ou usuários. A Prefeitura de Guaratinguetá está assumindo os polderes Guaratinguetá 1 e Piaguí - os processos estão em fase final de tramitação, e o DAEE já iniciou tratativas com usuários do polder Lorena I .

ASSOCIAÇÃO DOS USUÁRIOS

O polder Pinda 4 é explorado por 17 agricultores que estão criando uma associação que deverá assumir a operação e manutenção da unidade. O DAEE está preparando os processos para recuperação de sistemas de comportas, desassoreamento de canais de drenagem e irrigação e remodelagem das casas de bombas do polder para adequar os equipamentos aos padrões adotados pela empresa Bandeirantes Energia, concessionária de energia elétrica no Vale do Paraíba.

 

 

DAEE repassa R$ 200 mil para Salesópolis

O Superintendente do DAEE, Amauri Pastorello, e o Prefeito de Salesópolis, Antônio Adilson de Moraes, assinaram ontem – 16 de junho - um convênio de repasse de R$ 200 mil para obras de implantação de 250 metros de galerias de águas pluviais na avenida Victor Wuo. As obras serão executadas pela Prefeitura Municipal.



Amauri Pastorello e o Prefeito Antônio Adilson de Moraes assinam convênio de repasse de R$ 200 mil para obras de drenagem urbana em Salesópolis


O convênio do DAEE com a Prefeitura de Salesópolis faz parte de um grande conjunto de convênios assinados na última semana pelo Governo do Estado com municípios do interior. O conjunto inclui sete convênios assinados pela Secretaria de Saneamento e Energia para obras de obras e serviços de saneamento básico, no valor de R$ 1,57 milhão; e 36 convênios do programa de Atendimento a Municípios, do DAEE, no valor de R$ 11,05 milhões
 

Máquinas do DAEE iniciam desassoreamento do lago da Floresta Estadual de Avaré

Três equipamentos do DAEE – uma retro-escavadeira hidráulica, uma drag-line e um caminhão basculante – estão realizando as obras de desassoreamento do lago da Floresta Estadual da Estância Turística de Avaré. As máquinas estão removendo 60 mil metros cúbicos de sedimentos e o trabalho deverá estar concluído dentro de 120 dias.

Amauri Pastorello, Superintendente do DAEE, destaca que a obra vai beneficiar todo o município, já que a Floresta Estadual abriga do Horto Florestal do município, uma importante área de lazer da Estância Turística de Avaré.



Equipamentos do DAEE estão removendo 60 mil metros cúbicos de sedimentos da área do lago da Floresta Estadual de Avaré